Assinatura RSS

Dia do Orgulho Hetero

Publicado em

Por incrível que pareça, há quem reivindique o dia do orgulho hetero.

Durantes anos o ato homossexual foi marginalizado, criminalizado (ainda o é em países de cultura mais arcaica). Agressividade era tratamento comum, seja ela verbal ou física, não havia homossexuais com total segurança de sua própria vida. A agressão em homossexuais era tolerada por quem deveria prezar pela lei e contra todo tipo de violência sem sentido.

Os homossexuais era tomados como endemoniados (ainda o são pelas crenças mais absurdas), deficientes mentais (ainda o são pelas mesmas crenças absurdas) e violadores da moral, vale dizer que a maioria, senão toda, a propagação desse terror aos homossexuais deve-se às religiões. Foi saber que homossexualidade era contra os mandamentos de deus que a tornou justificável de extermínio.

Após todo tipo que perseguição (que ainda acontece, porém de forma menos agressiva que anteriormente), orgulhar-se de pertencer a um grupo que foi rebaixado durantes décadas, fortemente, é o ato mais normal possível, mas honroso e condizente. Não há sentido em existir o dia do orgulho hetero, pois não há nada a se orgulhar…É como haver o dia da consciência branca. O hetero era o dominante, assim como o branco, não há orgulho em ser o dominante, entretanto há em ser a parte desmoralizada que conseguiu ter seu reconhecimento como humano digno de julgamento igual à qualquer outro.

Se orgulha, quem um dia não o podia fazer, quem um dia tinha que esconder a orientação, quem um dia devia se envergonhar pelo rumo que a vida tomou, porém agora, consegue mostrar quem é.

Ainda existem aqueles acreditam numa ditadura gay, numa opressão dos heterossexuais pelos homossexuais. Piada feia. A restituição de direito não é ditadura e a proteção dita “especial” só acontece pela agressão “especial” que homossexuais ainda sofrem. Pois não vejo bandos de homossexuais de cabeça raspada e coturno espancando heterossexuais e brancos, e creio que essa não seja uma agressão enquadrada como normal.

A agressão sofrida pela orientação sexual difere das demais por seu caráter totalmente irracional, sem lógica nenhuma. Não é pela busca do meio de se sustentar (dinheiro, bens), é somente pela raiva irracional daquele que não lhe é semelhante, que lhe é inferior e que deve ser exterminado. Esse ser é uma aberração, não é humano, não pode ser humano, destrói todo tipo de imagem da sociedade humana. Ele é antinatural.

Não é aturando ou apelando para a lei que o preconceito acabará, a lei (neste caso) exprime o ponto grave em que a sociedade chegou, ela é a fuga para um ente maior: o Estado. Somente uma ação forte de transformação cultural poderá mudar a situação de preconceito.

Anúncios

Sobre Vinicius

Fascista desde criancinha.

»

  1. ” Pois não vejo bandos de homossexuais de cabeça raspada e coturno espancando heterossexuais e brancos” minha idéia gente tenho que falar…

    cara muito bom esse texto,foda mesmo senti sangue nosói…tem muito pau no cú por ai mesmo…aliás existe até uma comunidade “Dia do Orgulho Hétero”dizem não propagar homofobia,mas não é isso que vemos nos fóruns,e no fundo ao ler “Dia do orgulho Hétero”..já sabemos do que se trata…

    Resposta
  2. Lamentável que exista seres tão tolos com idéias dessa índole, consciência branca eu já tinha escutado sobre,agora dia do hétero!!!! inadmissível.Suspeito que vocês não acompanhem o BBB,enfim um dos participantes(aliás um dos favoritos e mais carismáticos da casa)disse que deveria existir o dia do homem.Enfim eu sou masculinista não é novidade nenhuma pra vocês,mas achei ridículo.

    Resposta
  3. Bom podem até bater em mim, me espancar e me xingar aqui.

    Mas sinto que tenho o direito de discorda assim como os outros tem o direito de concordar.
    Não discordo de tudo e acho que em alguns pontos você está certo.

    Porém discordo totalmente de um ponto que você tocou no fim do texto: a lei contra a “homofobia”.

    Não concordo com a discriminação de homossexuais, acho que o corpo e as conseqüências serão deles, mas não acho que essa lei ajudará em nada. Pelo menos não ajudará o que é justo.

    Por que tenho certeza que vários atos e opiniões que não são homofobicas e que não tem o intento de discriminar serão consideradas como tal.

    Será criada uma mordaça. Eu sou um cara que considero o homossexualismo errado, mas nunca agi de forma discriminatória, pelo contrário, respeito para ser respeitado.
    Mas por me opor a prática tenho medo que no futuro eu não possa nem expor essa opinião livremente graças a essa lei.

    Resposta
  4. Nossa.. li e reli e até demorei pra comentar rsrs.. Mas a verdade está em cada linha… Freud já tinha dito que nós, seres humanos, temos uma espécie de fome de dominação e de ordem que se acentua nos momentos em que a vida nos parece desordenada e confusa. Esse tipo de lei, ordem ou seja la o que for só mostra que realmente ainda temos muito chão pra caminhar… Sucesso

    Resposta
  5. Eu queria falar somente sobre o texto, mas um dos comentários me chamou a atenção, pois quem escreveu falou sobre uma tal mordaça. Troquemos o homossexual pelo negro! Muitos no passado também devem ter sentido medo da mordaça quando a lei que criminaliza o racismo foi ou estava em vias de ser aprovada. E aí? O que vemos hoje? Vivemos numa sociedade cuja disparidade entre negros e brancos é enorme, uma desigualdade que talvez a lei nunca dissipe. Porém, se algum engraçadinho ousar desrespeitar um cidadão por sua cor, vê-se que a lei funciona. O racismo acabou! Não, mas o Estado cumpre o papel de protejer essas parcela significativa da população, já que pela consciência a mudança não ocorria. O racismo existe, mas de forma muito mais sutis e desfarçadas. Realmente foi posta um mordaça nos que achavam que respeitam os negros mas sempre participavam das piadas. Piadas são um indício forte de preconceito; se liguem gordos, mulheres, gays, portugueses… Entretanto, a mordaça não é posta na mente. Vocês que são contrários a lei que criminalizam a homofobia vão poder continuar pensado o que quiserem e falar baixinho com os mais íntimos (e que compartilham das suas idéias), mas infelizmente, para vocês, vão ser obrigados a respeitar, ou fingir que respeitam. Pode ser que nunca os GLBTTT sejam respeitados por vocês e seus pares, porém vocês não poderão matá-lo como uma erva daninha.

    Resposta
  6. agora ficamos curiosos em relação a sua opinião sobre o texto cara…

    Resposta
  7. Desculpa meu amigo, a opinião sobre o texto está incrustrada no que eu escrevi…talvez a dúvida seja devido a metáfora que usei. Vou tentar ser direto então. Infelizmente, é necessário que existam datas e leis para as minorias para que aconteça a conscientização sobre o respeito que merecem e protejê-los da violência física e/ou morte.
    Abraços

    Resposta
  8. Daniel Torquato

    Que porcaria de nateria! Então os gays podem ter o dia do orgulho e o hetero não!? Quem esta sendo repressor agora!? E esse negocio de não haver dia do branco tambem discordo, se pode haver um dia que celebra a cultura afro, tem que haver um dia q celebra a cultura branca, pena que os maiotres racistas sejam voces!Sou hetero e tenho orgulho disso, e ninguem vai me impedir de exercer o direito de ser orgulhos! Continuo sendo Odiado e Orgulhoso!

    Resposta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: