Assinatura RSS

Demissão de Rafinha Bastos, Liberdade e Band Liberal

Publicado em

Rafinha Bastos, integrante do CQC

Rafinha Bastos pediu demissão, disse não saber o que falar e como se comportar no programa, já que foi suspenso por contar a piada sobre comer a Wanessa Camargo e o feto. Como se comportar em um programa que te censurou, mas, em seu conceito básico, é um programa de total livre-expressão (ou seja, é um programa totalmente conservador, travestido de liberal)?

Novamente, sou obrigado a elogiar a atitude de Rafinha Bastos. Ele continua sendo honesto com sua prática conservadora ideológica. E se demitir só é abrir mais um pouco as falhas do sistema democrático-liberal, onde você tem liberdade para tudo, desde que faça a coisa certa. O conceito de liberdade se transforma em um limite extenso, quando tentando colocar barreiras como o bem-estar dos outros indivíduos dentro dele. Reafirmo, liberdade é absoluta, ou não é liberdade.

E entramos em uma espaço meio desconcertante. Se a liberdade é absoluta, o que acontece com os grupos de esquerda que pedem a liberdade, mas em contraposição aos políticos conservadores, homofóbicos, racistas e sexistas? Eles não estão pedindo liberdade, estão pedindo a censura desses políticos. Basicamente não existe uma sociedade com liberdade. Enquanto houver qualquer tipo de diferença entre as pessoas, haverá censura, mesmo que seja interna.

E parece ser simples chegar à este resultado. É muito simples a conceitualização da liberdade, entretanto, por que ainda há esse tipo de reivindicação desonesta? Me parece o superego pausando o pensamento do libertário quando ele chega perto da conclusão que o que ele chama de liberdade é só uma censura diferente. De que, no fim das contas, deseja uma sociedade ainda com censura, mas a censura para os outros.

Neste aspecto geral, posso dizer que a Band agiu como todo liberal está apto a agir. CQC não passava de um programa conservado dentro de uma emissora que tenta ser liberal, assim como todo o sistema que a alimenta. Quando seus preceitos básicos foram desafiados, quando sua falha estrutural foi evidenciada, ela agiu totalitariamente para a manutenção de sua tolerância. Deixando o erro estrutural totalmente a mostra, porém, demonstrando seu poder.

É como o pai bonzinho que se considera liberal, tolerante e etc, mas, ao perceber que sua autoridade foi contestada, reforça o poder que tem sob os filhos e sob a esposa.

O problema é que, agora, existe a possibilidade do programa sair da emissora. Legal, dois coelhos com um tiro! Não! A retirada do programa da Band só evidencia o poder que o lado conservador está tomando na própria mídia, seja se passando por liberal ou não.

Anúncios

Sobre Vinicius

Fascista desde criancinha.

»

  1. Não temos liberdade, isso é fato. Não precisa ir muito longe. Pense como somos escravos do tempo, do relógio, da rotina. A partir do momento em que o seu relógio desperta, você já deixou de ser livre. E daí vem uma gama de situações, como veias, que tomam a sociedade de uma forma maluca até o ponto de surgirem esses conflitos explícitos no nosso circo!

    Responder
  2. Liberdade desde que se faça a coisa certa, (auto) censura coletiva.

    Tanto é que o blog do CQC, o CQC news lamentava a perda que Rafinha representava para o “jornalismo moleque sem rabo preso com ninguém” do CQC. Sem rabo preso, desde que não seja com os anunciantes, pelo jeito.

    Vinicius, gostei do seu blog e vou linkar lá no meu.

    Responder
  3. Pingback: A Verdade, Ponto de Vista e Relativismo Absoluto « Cabana de Inverno – Sociedade, Ideologia, Crítica Social, Feminismo, Machismo, Socialismo, Capitalismo, Anarquismo, Vegetarianismo, Comunismo, Marxismo, Slavoj Zizek, Louis Althusser, Aliena

  4. Pingback: Neutralidade na Mídia, USP Maconheira, Humoristas Levados à Sério e Hope Feminista « Cabana de Inverno – Sociedade, Ideologia, Crítica Social, Feminismo, Machismo, Socialismo, Capitalismo, Anarquismo, Vegetarianismo, Comunismo, Marxismo, S

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: