Assinatura RSS

Etiqueta da Manhã, Xingar o Chefe e Religião Limitada

Publicado em

Normalmente eu vou dormir tarde, acordo cedo e fico de mau humor até às nove da manhã. Ou seja, se eu encontro um amigo no trem, eu não serei amigável e isso é natural de ter uma noite de sono curta, não satisfatória, entretanto, ainda sim há o pressuposto da educação com o amigo e etc. Não tenham dúvida, é um sacrifício interagir socialmente durantes as manhãs, é horrível, quase como uma obrigação feita por um déspota que merece ser desobedecida.

Aí vem o ponto. Certas coisas são “obrigação”, todo mundo sabe, por exemplo, tratar educadamente ou calorosamente os amigos. Não importa o horário ou a situação. Aqui vem a contradição: O sujeito é senhor de suas ações, indivíduo agente motor, condenado a liberdade e todos os outros adjetivos que acabam terminando num individualismo onde o patrão não é explorador coisa nenhuma, afinal, o trabalhador escolheu seu emprego; por outro lado, há determinadas convenções que precisam ser obedecidas para o bem andamento de determinadas relações sociais.

Convenhamos, ninguém delibera sobre tratar bem ou não o patrão. Se o sujeito tratar mal, será demitido, se for demitido, não paga as contas do mês, se não pagar as contas do mês, se afoga em dívidas e etc. Ainda há a perspectiva de uma deliberação, pois o sujeito deliberou para saber/concluir que não quer ser despejado de sua casa ou ter a luz cortada, entretanto, antes mesmo desta possível deliberação, há um pressuposto.

O site da Lola teve um post sobre ateísmo, que descambou, nos comentários, em um dado momento, para a tolerância das religiões mais populares. A questão que eu colocava é, dentro dessa percepção de fé moderada e fé fundamentalista, onde, visivelmente, o fundamentalista é taxado de errado e o moderado de correto (afinal, ele é tolerante, respeita a liberdade individual e blá blá blá), o erro não estava em considerar como errado aquele que realmente levava a sério sua crença e pedestalizar o moderado que, antes mesmo da sua crença, tem um sistema de valores [supostamente] universais (de respeito ao outro e seu espaço e etc)?

Por trás da crença do moderado há uma crença fortíssima, que é a própria crença na democracia liberal. Ela sim é totalitária, ela sim assume o papel que a religião, como cosmovisão, deveria assumir. No entanto, ela não se mostra como tal, como ideologia, mas como natural, como óbvio.

Como considerar que há a deliberação do trabalhador a respeito da escolha do trabalho e do respeito sacro ao chefe, quando, por trás desse ato já há uma estrutura embutida nas ações do indivíduo, estrutura essa formada socialmente e anterior ao próprio sujeito? Não, não é uma escolha. A própria noção de escolha envolve a utilização da linguagem que, por usa vez, só é como é por meio das relações sociais.

Então, dentro do trem, essa convenção social de tratar bem o amigo, supera a indisposição individual, o que é expressado até pela sensação de culpa ou pelas repulsas futuras do amigo – para se evitar essas repulsas, trate-o bem. Mas, outra coisa vem em mente, essa convenção não pode parar por aí, em sua definição. Não é só uma convenção, pois, se fosse, teria um acordo entre ambas as partes, mas não há esse acordo, não há deliberação, há coerção!

Se fosse puramente uma deliberação, a ação seria própria, sem sentir culpa por não fazê-la, sem sentir obrigação em fazer. Mas não funciona como uma ação fria. Ela parecer ser fria se dá quando a ação é inteiramente no fluxo da “convenção”, obedecendo-a. Quando é contrária, aí sim sua imperiosidade é sentida.

Anúncios

Sobre Vinicius

Fascista desde criancinha.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: