Assinatura RSS

Yoani no Roda Viva

Publicado em

O Roda viva com Yoani Sanchéz foi meio lá meio cá. No momento, enquanto escrevo este texto, Gossip Girl passa no SBT, com aquela tradução maravilhosa que faz cada personagem parecer um ser humano com problemas vocais – está melhor que o Roda Viva. Não quero dizer que o programa estava ruim por ser tendencioso, isso não, mas o programa estava morno, estava em clima de “boa hospitalidade”. Mas hospitalidade para quem?

Delicadeza excessiva

Os jornalistas estavam tão delicados com Yoani como Alan é delicado e atencioso com Charlie, quando precisa de uns trocados. Se tirarmos de nossa conta um pergunta mais ácida, feita por Chantal Reyes, ao comentar sobre o título de diplomata do povo de Yoani – “Como você sabe que representa o povo cubano?”

Apesar dos rodeios – e que rodeios, ela girava tanto em torno de cada pergunta que me fez gorfar um suco de manga – é necessário ver a entrevista e notar que a falta de conteúdo expresso é uma boa evidência da falta de sua teoria ser bem alicerçada. O que isso significa? Que ela é financiada pelo EUA? Eu não sei, mas isso se encaixa com a descrição já bem sabida do ativistas pós-modernos: pouco conteúdo e muito berro.

Definir-se é limitar-se (!?)

Ela não se define, muito provavelmente para ainda ter a opção de transitar por todos os lados quando bem quiser sem ser importunada por isso, mas, vejamos, uma posição não precisa ser imutável, então, por que não se definir? Eu creio que posições políticas são, também, artigos de consumo – não se definir, não se delimitar, é ter a possibilidade de consumir qualquer posição dentro do leque de opções.

É provável, também, que não se posicionar seja, além do leque aberto para o consumo, uma maneira de não se queimar, afinal, sua fama é de ser uma marionete americana, uma reafirmadora da ideologia dominante (o que não é mentira) – Eu só fiquei sentindo falta de um incendiário para botar fogo naquele programa.

A entrevista está mais pra baixo:

Anúncios

Sobre Vinicius

Fascista desde criancinha.

»

  1. Vinicius, me desculpe invadir seu blog para discordar de ti, mas será que eu vi o mesmo programa que vc?
    Pouco conteúdo? essa mulher não deixou uma só pergunta sem resposta. Ela se definiu sim, a favor da liberdade.
    Fianciada pela CIA? Os EUA nao estao nem ai para Cuba. A briga conta o comunismo ja terminou, parece que apenas alguns intelectualoides de velha esquerda nao perceberam ainda. Vc deve ser do PSTU para acreditar nessas coisas que diz. te desafio, está aí meu email e meu nome, Vamos ver a quem falta conteúdo.

    Responder
    • Oxe, se eu fosse do PSTU estaria bem de boa, já que a posição do PSTU não é nada radical em relação à Yoani.

      Não estão nem aí pra Cuba? O embargo é uma forma de mostrar essa indiferença?

      E outra: posicionar a favor da liberdade é um discurso tão vazio quanto o do Kiko do KLB, se posicionando contra a pedofilia. Convenhamos, que é “contra” a liberdade?

      Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: